Páginas

13 de dezembro de 2008

Seleção Brasileira de Quadrinhos

Sobre criação, anti-heróis, cómics, infância, desafios e afins...

O blog Quadrideko propôs um desafio a nós do Fronteiras. O desafio (Muito bacana por sinal) consistem em postar algo sobre o material nacional de quadrinhos. Antigamente seria um verdadeiro desafio fazer tal post com carinhas conhecidas, mas agora até que a coisa melhorou no cenário tupiniquim, assim que, vamos a escalação:


DIOMEDES

A maior criação do brasileiro Lourenço Mutarelli (roteiro do filme "O cheiro do ralo")apareceu na trilogia da HQ "O dobro de cinco". Diomedes é um delegado de polícia aposentado que começou a fazer bicos de detetive. Uma das facetas mais peculiares do detetive é que ele nunca conseguiu resolver nenhum caso na sua vida! A maneira como Mutarelli conta a estória do protagonista e do caso mais marcante dele é um dos pontos altos da HQ.

Recheada de ironia, humor, bizarrices, fracassos e conclusões "O dobro de cinco" cativa tanto que tornam ao personagem parte do leitor. Na verdade, você acaba gostando do Diomedes e sentindo que faria as coisas parecidas a maneira que ele faz. "O dobro de cinco" é uma obra-Prima dos quadrinhos nacionais! De fato no ano de 2009 se supõe que poderemos conferir uma versão live-action da estória do Diomedes com Denisson Ramalho na direção e Rafael Grampá como desenhista de produção, promete pragaray...

E por falar em Grampá quero apresentar um personagem seu, que é super "mothafuckar"... Senhoras e senhores, com vocês:
SANGRECCO

Apresentado aos leitores na graphic novel "Mesmo Delivery" Sangrecco, na verdade, é um carniceiro de primeira qualidade! Um anti-herói que faz a felicidade do capeta com cada trabalhinho que encarregam a ele. O autor da HQ (Rafael Grampá) ganhou o prêmio Eisner dos quadrinhos pelo album "5" junto com Becky Cloonan, Vasilis Lolos, Fábio Moon e Gabriel Bá. Os desenhos e enquadramentos da HQ são simplesmente alucinantes! Grampá também vendeu os direitos da graphic novel para o cine. Tomara que saia logo uma versão e que o Tarantino esteja no projeto...
Divago...
Cliquem aqui e vejam como eu tenho razão no que digo. Download cortesia do blog Gibiscuit.

Daí fica difícil não falar sobre os gêmeos. Bá e Moon começaram suas estribulias no universo dos quadrinhos com um fanzine que eles pagavam do próprio bolso, todo feito em preto e branco, que teve um enorme sucesso de crítica e público, eu tô falando dos:
10 PÃEZINHOS

Se não me falha a memória são compostos de 8 albúns de estórias que não tem nenhuma ligação entre elas. Tive a oportunidade de ler "10 pãezinhos Rock n´Roll" e "Meu coração não sei porquê". Muito bacana! A simplicidade é uma coisa que chama a atenção. Muitas vezes estórias cheias de referências cultas e sentidos filosóficos são um pé-no-saco. A leitura de 10 pãezinhos é simples e rápida e dá gostinho de "queromais".

Os desenhos dos gêmeos são muito maneiros, parece que eles colocam você dentro da estória, do ladinho dos personagens. Outra coisa bacana é que alguns quadrinhos da revista são contados sem nenhum balão ou caixas de texto. É só ver e entender. Se nota que eles amam o que fazem em cada quadrinho que se lê ou se vê. Nota 10 pra eles!

Agora não pensem que não temos material feminino em nossos quadrinhos. Uma das personagens mais antigas nacionais foi criada pelo desenhista Emir Ribeiro. Ela é gostosa, loira, alta, investigadora e seu nome é:


VELTA

O nome verdadeiro da Velta é Katia Maria Faria Lins, ela tem quase 18 anos e seu lugar de operações oficial é Belo Horizonte em Minas Gerais.
Ela pode disparar raios bio-energéticos sob forma luminosa, corrente elétrica ou explosiva por qualquer parte do corpo. Tem regeneração celular acelerada e alta imunidade às doenças. Pele resistente ao calor.
A personagem tem mais de trinta anos de estrada e seu autor esteve a ponto de publicar um arco de estórias que a levaria a morte. Recentemente Velta teve uma aventura com outro personagem clássico brasileiro chamado Raio Negro.
Velta sempre esteve rodeada de polêmicas pelo seu estilão gostosona, coisa que a alguns leitores não agradava, dado ao fato que, transmitia uma sensação de mulher-objeto ao personagem. No entanto, outros leitores achavam que esse detalhe da menina era uma homenagem legal do autor a mulher brasileira.
A leitura das revistas da Velta são de conteúdo adulto, apesar de que alguns albuns, apenas tem cenas de nus ou sexo.


E seria um pecado tremendo falar de personagens femininos sem nombrar a mais fashion de todas, não é?

RADICAL CHIC
Ela foi criada em 1982, por Miguel Paiva. Suas tirinhas eram publicadas na última página da revista "Domingo" do Jornal do Brasil. A menina permaneceu ali, encantando os leitores, até o ano de 1996. Daí ela passou a ser publicada no caderno "Ela", logo depois no "Rio Show" do jornal O Globo.
A Radical teve também aparições na TV, em formato vinhetas e chegou a ter um programa só dela em 1993 na TV Globo sendo interpretada pela Andréia Beltrão (nossa eterna Zelda Scott da Armação Ilimitada).
Além das publicações que eu mencionei Radical também esteve presente na Folha de São Paulo, no "Caderno de TV" do jornal O Estado de São Paulo, no jornal "O Povo" de Fortaleza e mensalmente na revista "Nova". Existem quatro livros da Radical editados no Brasil.


E falar de tirinhas sem comentar sobre o Henfil! é um crime barbáro. Daí que eu resolvi postar os:


FRADINS BAIXIM E CUMPRIDO
Então foi assim, diz a lenda, que Henfil! se inspirou nos frades dominicanos para criar os personagens. Um era alto e magro, o outro era baixinho, gordinho e sacana pra cacete, que vivia implicando com os fiéis, principalmente com o frei cumprido.
No começo o frei cumprido participava das sacanagens do baixinho, mas com o tempo, ele acabou virando a principal vítima.

A dupla criada por Henfil! se completa de maravilha nas tirinhas.
O cumprido é um personagem ingênuo, puro e meio alienado. Teme a Deus e é submisso aos dogmas da igreja. Já o baixim é um tremendo sacana que não está nem aí para nada. Não teme a Deus, é sado-masoquista, nojento e sarcástico. Fala palavrão e é super hipócrita. Henfil conquistou o Brasil com essas tirinhas, e deixou saudade.

Falando em saudades eu lembrei de uma revista que meu pai assinava pra mim de pequeno. Nunca foi vendida em bancas ou livrarias que eu lembre, só mesmo através de assinatura. Acho que até hoje é assim. Essa revista aumentou enormente meu desejo pela leitura e carinho pelos quadrinhos... ela é a revista:

NOSSO AMIGUINHO

Uma revista pedagógica que interage com o mundo das crianças. Há mais de 50 anos ela vem conquistando o coração dos baixinhos e dos altinhos também. Todas as edições traem uma estória da Turma tratando de temas como a cidadanía, a cultura, saúde, história, turismo e etc... Na revista o leitor interage com os personagens em diversos jogos que incentivam a criança a participar e aprender. Há seções de informática, assuntos atuais, inglês e espanhol.

A revista tem também uma parte dedicada a contar histórias biblícas em formato cómic.

A revista é feita pela Casa Publicadora Brasileira, que pertence a Igreja Adventista do Sétimo Dia. Alguns de vocês provavelmente vão pensar... iiiihhhh... Mas que não se enganem!
A revista é um luxo e não há nenhuma referência a que a pessoa seja fiel a esta ou aquela igreja. É didática e se você é professor, com certeza, será um tesouro para encontrar referências educacionais.

Ainda falando de HQ´s infantis eu me lembrei de uma que teve uma passagem rápida, fugaz e marcante na década de 90. Era o gibi do:

PEQUENO NINJA

Originalmente o personagem foi criado por Tony Fernandes e Vanderlei Felipe para a Editora Ninja. O sucesso foi estrondoso na época devido a boa qualidade de desenhos/estória e também de aproveitar a fama que os super-heróis japoneses faziam no Brasil. Exemplo de Jiraya, Jaspion e Jiban.

A revista ia tão bem em vendas que a editora decidiu lançar spin-off da série, e foram publicados gibis do Shaken o cachorro ninja (Companheiro inseparável do Pequeno Ninja) e Khin o pequeno samurai (Personagem que apareceu algumas vezes na estória do ninja).
O cancelamento da revista veio por culpa de uma briga pelos direitos autorais. Um dos editores, malandro que só ele, percebeu o potencial do personagem e registrou seus dominíos sem ser realmente o criador do personagem. Desde então foram sucessivas brigas que fizeram o Pequeno Ninja cair no esquecimento da galera.

Bom existem muitos heróis brasileiros mais, como Quebra-Queixo, Pulsar, Urbano o aposentado, Leão Negro e etc... mas meu tempo tá curto hoje e eu deixo pra um outro post.
Deixo espaço pro César editar o post, colocar suas preferências nacionais e desafiar mais cinco blogs.
Vai que é tua César!!!


MATANDO A BOLA NO PEITO, ERGUENDO A CABEÇA E LANÇANDO EM PROFUNDIDADE...

Valeu Rdelton, o post ficou muito, mas muito bom mesmo. Nem me atrevo a colocar mais nada, pois o que você fez já cumpriu com distinção e louvor o desafio.

Agora Desafio os seguintes blogs a montar a sua seleção brasileira dos quadrinhos (os indicados são blogs parceiros que tem afinidade com o assunto)

Farrazine - vai sair "briga de foice" para decidir quem vai responder esse rsrs

Reino do Amanhã - o Marcelo Soares é um jornalista que entende muito de quadrinhos

Superscans - Esse site é um verdadeiro portal dos quadrinhos com scnas e muita informação sobre o tema, quem não conhece deveria.

Cibertron - O lider Optimus anda um pouco ausente, mas espero que dê certo e ele aceite o desafio.

TudoFree Downloads - O blog é especializado em postar links de scans, seriados, animes, cartons, etc., mas fica a esperança de vê-los participar da brincadeira. Eu convidaria também o Rapadura Açucarada, mas ele costuma não participar dessas empreitadas, fica apenas a indireta.

AGORA A BOLA ESTÁ COM VOCÊS.

FICO POR AQUI - "O CRAQUE DO MEU TIME JOGA EM MADRI"

6 comentários:

  1. Rdelton, estou de boca aberta até agora. Ficou show essa postagem. O Fronteiras com sua presença ganhou muita qualidade.
    Cara, você só esqueceu de passar o desafio para mais 5 blogs. Pode passar para quais vc quiser.

    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Ramon, por uma desatenção eu não vi que tinha passado a bola para mim.
    Já fiz as indicações.

    novamente, do "caray" esse post

    ResponderExcluir
  3. Grande Post !!!

    A galera do Fronteiras está de parabéns. Um Abração

    ResponderExcluir
  4. Ei, valeu pessoal, cês são duca@#€&%!!!!!!!!!

    XD

    ResponderExcluir
  5. Aqui é o Freeman, respondendo a convocação!

    Sinto me honrado e empolgado com a idéia deste desafio.

    O Tudo Free está nessa!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails